terça-feira, outubro 04, 2016

 

3ª feira da 27ª semana do Tempo Comum – S. Francisco de Assis


Maria, sentada aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. (cf. Lc 10,38-42)

Jesus é o Mestre que nos serve a salvação sentado!
Para nos enraizarmos no seu Evangelho, é preciso sentar-nos,
escuta-Lo demoradamente, ouvi-Lo com o coração da fé!
Viver é um dom que é preciso aprender a vive-lo!
Essa é “única coisa necessária” que é preciso escolher!
Tudo o resto é correr à volta do instante e do sonho,
fugir do medo de sofrer, engolir pastilhas de prazer,
esquecer a realidade, acumular coisas e experiências!
Há tempo para tudo na vida, até para a paz,
quando o tempo se senta a escutar a eternidade!

Andamos todos a correr, de tal modo ansiosos e afadigados,
que não temos tempo para amar, para orar, para escutar...
Come-se a correr, reza-se a correr, limpa-se a casa a correr,
cuida-se e educam-se os filhos a correr, visita-se a correr,
fazem-se férias longe para podermos correr...
Não sabemos se andamos a fugir ou à procura da algo,
se a sensação de vazio necessita da sensação de movimento!
Tanta gente que passa ao nosso lado sem nos darmos conta,
tanto gemido não ouvido no afã de chegarmos primeiro,
tanta beleza perdida no quotidiano por falta de contemplação,
de nos sentarmos tranquilamente a escutar o sabor,
a apreciar a diferença, a sentir o invisível, a agradecer a vida!

Senhor, que tens toda a eternidade para nós,
obrigado porque nos amas e nos visitas no tempo
para nos ofereceres a felicidade da eternidade!
Cristo, nosso mestre da aliança eterna,
dá-nos o dom da escuta atenta e sem pressas da tua Palavra,
para que nos tornemos sábios e puros de coração!
Envia-nos o teu Espírito e ensina-nos o que é importante,
para no meio de tantas solicitações podermos escolher
e implementar a melhor parte!
S. Francisco de Assis, discípulo com a marca de Cristo,

ajuda-nos o segredo da felicidade simples e fraterna!

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?