terça-feira, outubro 11, 2016

 

3ª feira da 28ª semana do Tempo Comum – S. João XXII


Depois de Jesus ter falado, um fariseu convidou-O para comer em sua casa. (cf. Lc 11,37-41)

Jesus ensina a integridade do ser humano:
o exterior deve ser a expressão dum coração que ama,
porque é puro, sensível, compassivo, misericordioso.
Os ritos religiosos, culturais ou higiénicos
não devem ser feitos de forma obsessiva e rotineira,
mas devem ser sinais exteriores de uma adesão interior.
O fariseu gostou da doutrina de Jesus
e convidou-O para comer em sua casa,
talvez para ver se o convertia ao fariseismo,
mas Jesus não se deixa apanhar pela boca
e propositadamente se abstém das abluções rituais!
Jesus é a liberdade que nos liberta para a fé e a caridade!

Os convites para comer têm muitas vezes anzol na boca!
São as refeições de negócios, os almoços grátis de corrupção,
os jantares de campanha eleitoral, o beberete de lançamento,
os convites de engate, o isco para a venda enganosa...
Mesmo um chá de caridade se pode tornar num palco de vaidade!
É lindo, mas nem sempre fácil, convidar alguém gratuitamente,
por pura amizade, movido pela compaixão e pela alegria de dar!
A Eucaristia é das tais refeições, onde o Senhor serve os pobres
e se dá totalmente, fazendo-se alimento para nos enriquecer a todos!
Pai Santo, que não és como rico da parábola,
mas a todos queres convidar e saciar no banquete da eternidade,
louvado sejas pelo teu amor e compaixão sem medida!
Cristo, que fazes da refeição o centro do teu ensino,
ensina-nos a alimentar a santidade na mesa da Eucaristia
e a fraternidade na mesa do dia a dia!
Espírito Santo dá-nos o sentido da pureza interior,
duma vida sensata que não se alimenta apenas de pão e de vinho,
dum amor fluido que não tem medo de perdoar e dar-se com alegria!
S. João XXIII ensina-nos em empenhar-nos plenamente no hoje,

porque sabemos que somos criados e sustentados pelo Eterno!

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?