domingo, dezembro 28, 2008

 

Boas Festas de Natal e Ano Novo

video

 

Oração à Sagrada Família de Nazaré


Podeis rezar à Sagrada Família pela vossa família:
Pai Nosso, que estás nos céus e que nos deste um modelo de vida na Sagrada Família de Nazaré,
Ajuda-nos, Pai Santíssimo, a fazer da nossa família uma nova Nazaré, onde reinem a alegria e a paz.
Que ela seja profundamente contemplativa, intensamente eucarística e vibrante de alegria.
Ajuda-nos a permanecer unidos na felicidade e nas dores, graças à oração em família.
Ensina-nos a reconhecer Jesus em cada membro da nossa família,em particular nos que sofrem.
Que o coração eucarístico de Jesus torne o nosso coração manso e humilde como o d'Ele (Mt 11,29).
Ajuda-nos a corresponder santamente à nossa vocação familiar.
Que sejamos capazes de nos amar uns aos outros como Deus ama cada um de nós,cada dia mais,e de perdoar os pecados uns aos outros como tu nos perdoas os nossos pecados.
Ajuda-nos, Pai amantíssimo,a tomar o que nos dás e a dar o que nos tomas com um grande sorriso.
Coração Imaculado de Maria, causa da nossa alegria, roga por nós.Santos anjos da guarda, sede sempre a nossa companhia,guiando-nos e protegendo-nos.Amen.
(Madre Teresa de Calcutá)

quinta-feira, dezembro 25, 2008

 

O Mistério do Natal


"Sabiamos que Deus nos amava, mas nunca sonhariamos que nos amasses tanto ao ponto de se fazer um de nós".


"Em Belém, onde Deus não encontrou casa, todos nos sentimos em casa".


"O escritor inglês, G. K. Chesterton, disse uma vez que para se ser capaz de entender o Natal temos que nos colocar de cabeça para baixo. Porque naquela noite, no estábulo de Belém, tudo está ao contrário. A virgem é mãe e a mãe é virgem. A criança é Deus e Deus é uma criança. O coração da terra está no Céu. O que é de baixo está em cima e o de cima está em baixo. Os anjos olham de cima a Deus que os criou e Deus contempla a partir de baixo os céus que criou."


(P. António Pérnia, Superior Geral dos Missionários do Verbo Divino)

segunda-feira, dezembro 22, 2008

 
Nesta época marcada
Pela ânsia incontrolada
De dar e de receber
Um presente valioso,
Porque a cultura do ter
Nos pretende fazer crer
Que as coisas dão muito gozo,
Mas sem dar a perceber
Que essa máquina montada,
De pai natal disfarçada,
É hábil para levar
Quem não reflecte a gastar
O que tem e o que não tem
E a esquecer que “O PRESENTE”
Que faz feliz toda a gente,
JESUS, nascido em Belém,
Nos desafia a pensar
Na importância que tem
Saber dar-se e não só dar.


JESUS É O MELHOR PRESENTE,
Único e original,
De incalculável valor,
Que não se compra nem vende
Por ser puro DOM de AMOR,
Gratuito e sem medida,
De Deus Pai à Humanidade
Que deseja ardentemente,
De alma, coração e mente,
Receber este JESUS,
Caminho, Verdade e Luz,
Para erradicar do mundo
Todo o ódio e toda a dor,
Com gestos de paz e amor,
Qual orvalho da manhã
Que ajuda os campos em flor
A louvar o Criador.

JESUS É O MELHOR PRESENTE
Para o coração aberto
Ao Amor e à Verdade,
À Justiça e à Paz,
Porque vive consciente
Que só JESUS é capaz
De transformar o deserto
Da sua pobre existência
Em oásis onde a vida
Dê frutos em permanência
De bondade e santidade,
E crescente qualidade.
Só com JESUS faz sentido,
Desejar FELIZ NATAL!
Publicada por Anil
Natal 2008

domingo, dezembro 21, 2008

 

É NATAL!


Oh! Que maravilha!
As ruas da vida,
Deus connosco trilha!

Num gesto de amor profundo,
Jesus vem a este mundo,
Nascendo, por nós, em Belém,
Para que, com Ele,
Nasçamos também
Para a paz e todo o bem,
À luz do Amor
Meigo e salvador,
Reflectido no rosto
Deste Deus connosco.

Oh! Que maravilha!
Deus, feito criança
Em Jesus Menino,
Anula a distância
Entre o céu e a terra,
Tornando presente,
Em nós, o divino,
Com sonhos de paz,
A pôr fim à guerra,
No mundo e na vida,
Para que o Amor cresça
E o Bem aconteça,
Sempre e sem medida.

Oh! Que maravilha,
Descobrir que a vida
Cresce na partilha
De afecto real
Contra a indiferença
E a exclusão,
E assim cantar
Para desejar
A todo o irmão
Que haja NATAL
No seu coração.

Maria Lina da Silva, fmm , Lisboa,19.12.08

sábado, dezembro 20, 2008

 

Quero ser anjo neste Natal!





quinta-feira, dezembro 18, 2008

 

Estamos no 2ª dia da Novena de Natal. Hoej é S. José que nos ensina a preparar a vinda do Senhor. Bento XVI diz-nos como viver a vida em atitude de escuta, como S. José:


O silêncio de São José é um silêncio pleno de contemplação do mistério de Deus, numa atitude de disponibilidade total à vontade divina. Por outras palavras, o silêncio de São José não revela um vazio interior, pelo contrário revela a penitude da fé que transporta no seu coração e que guia cada um dos seus pensamentos e cada uma das suas acções. Um silêncio que leva José, em união com Maria, a guardar a Palavra de Deus conhecida através das Sagradas Escrituras, confrontando-o permanentemente com a vida de Jesus; um silêncio tecido na oração constante, oração de louvor ao Senhor, de adoração da Sua Vontade e de confiança sem reservas na providência.

Deixemo-nos «contaminar» pelo silêncio de S. José! Precisamos tanto, neste mundo tantas vezes demasiado barulhento, que não favorece o recolhimento e a escuta da voz de Deus. Neste tempo de preparação do Natal, cultivemos o recolhimento interior para acolhermos e conservarmos Jesus nas nossas vidas.

terça-feira, dezembro 16, 2008

 

Procurar em lugar errado


Alguém encontrou o seu vizinho de joelhos a procurar algo.
- Que andas à procura, Samuel?
- A minha chave que perdi.
O seu vizinho ajoelhou-se também à procura da chave. Após algum tempo de procura infrutífera, disse ao Samuel:
- Onde perdeste a chave?
- Em casa.
- Em casa? Então porque é que a procuras aqui?
- Porque aqui há mais luz!

De que vale procurar Deus em lugares santos, se o lugar onde O perdeste foi no teu coração?
(Agenda Bíblica, Estella, 2008)

quarta-feira, dezembro 10, 2008

 

IMACULDA CONCEIÇÃO (8 Dezembro)


Queridíssimos, em Maria Imaculada contemplamos o reflexo da Beleza que salva o mundo: a beleza de Deus que resplandece no rosto de Cristo. Em Maria, esta beleza é totalmente pura, humilde, livre de toda soberba e presunção. Assim, a Virgem se mostrou a Santa Bernadete, há 150 anos, em Lourdes, e assim se é venerada em tantos santuários. (Bento XVI)

sábado, dezembro 06, 2008

 

Urgência!


É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rio
se manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor,
é urgente
Permanecer.

Eugénio de Andrade

sexta-feira, dezembro 05, 2008

 

S. Martinho de Dume: conselhos muito actuais


Não procures granjear a amizade de alguém por meio da adulação, nem permitas que outros por meio dela granjeiem a tua.

Não sejas ousado nem arrogante; submete-te e não te imponhas; conserva a serenidade e aceita de boa mente as advertências e com paciência as repreensões.

Se alguém te repreender com razão, reconhece que é para teu bem; se o faz sem motivo, admite que é com boa intenção.

Não temas as palavras ásperas, mas sim as brandas.

Emenda-te dos teus defeitos e não sejas curioso indagador ou severo censor dos alheios; corrige os outros sem incriminação, prepara a advertência com mostras de sincera simpatia, e ao erro dá facilmente desculpa.

Não exaltes nem humilhes pessoa alguma.

Sê discreto a respeito do que ouves dizer e acolhedor benévolo dos que te querem ouvir.

Responde prontamente a quem te pergunta e cede facilmente a quem porfia, para que não venhas a cair em contendas e imprecações.

Se és moderado e senhor de ti mesmo, vigia sobre as moções do teu ânimo e os impulsos do teu corpo, evitando todas as inconveniências; não os ignores pelo facto de serem ocultos; pois não importa que ninguém os veja, se tu de facto os vês.Sê flexível, mas não leviano; constante, mas não teimoso.

A tua ciência não seja ignorada nem molesta.

Considera a todos iguais a ti; não desprezes os inferiores com altivez, e não temas os superiores, se vives rectamente.

Em matéria de obséquios e saudações não te dispenses nem os exijas.

Para todos deves ser afável; para ninguém, adulador; com poucos, familiar; para todos, justo.

Sê mais severo no discernimento do que nas palavras e mais nobre na vida do que na aparência. Afeiçoa-te à clemência e detesta a crueldade.

Quanto à boa fama, não apregoes a tua nem invejes a alheia. Sobre rumores, crimes e suspeitas não sejas crédulo nem inclinado a pensar mal, mas opõe-te decididamente àqueles que com aparente simplicidade maquinam a difamação alheia.
Sê tardo para a ira e fácil para a misericórdia; firme nas adversidades, prudente e moderado nas prosperidades; ocultador das próprias virtudes, como outros o são dos vícios.

Evita a vanglória e não busques o reconhecimento das tuas qualidades.A ninguém desprezes por ignorante.

Fala pouco, mas tolera pacientemente os faladores. Sê sério mas não desumano, e não menosprezes as pessoas alegres.

Sê desejoso da sabedoria e dócil. Sem presunção, ensina o que sabes a quem to pedir; e sem disfarçar a ignorância, pede que te ensinem o que não sabes.

Do Opúsculo «Fórmula de vida honesta», de São Martinho de Dume, bispo

(Cap. 3: PL 72, 26) (Sec. VI)

This page is powered by Blogger. Isn't yours?