domingo, setembro 04, 2016

 

QUEM CONHECERÁ, SENHOR, TUA VONTADE?



Quem poderá, ó Senhor,
Conhecer Tua vontade,
Se a mente do pecador,
Nem consegue imaginar
Teus desígnios de bondade,
De misericórdia e amor,
Atento e compassivo,
Inclinado a velar
E, ternamente, a propor
Seu auxílio e protecção,
Ao abandonado ou ferido,
Desejando manter vivo
O humano coração,
Ele que é firme, nós hesitantes,
Ele fiel, nós inconstantes,
Ele Fonte de sabedoria,
De paz e de harmonia,
Nós, cegueira e desafinação,
A não ser que nos deixemos
Sintonizar e afinar,
No Lá da Sabedoria,
Teu divino diapasão,
De gratuidade e amor,
Na vida e na acção?!


Ensina-nos a conquistar,
A liberdade do coração,
Livre de outros cuidados,
A não ser o de Te amar
E, por Ti, amar alguém,
Como Tu amas também,
Até à libertação,
De todos os ignorados,
Excluídos e silenciados,
Por violência e opressão,
Com asas de amor, sem par,
Sempre prontas a voar,
Fortalecidos na Palavra
E alentados pela oração,
No Espírito que nos recria,
E nos reveste de harmonia,
De amor, paz e salvação.

Maria Lina da Silva, fmm

Lisboa, 04.09.2016

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?