sábado, dezembro 15, 2018

 

Sábado da 2ª semana do Advento


Felizes os que te viram e os que morreram no amor. (cf. Sir 48,1-4.9-11)

Deus é um eternamente apaixonado!
Ele ama e inspira amor naqueles que chama!
A profecia é a expressão do amor de Deus por nós!
Elias não é apenas uma figura histórica,
mas é um paradigma da profecia que inspira conversão,
inflama corações e desperta para a fidelidade a Deus!
A forma desta profecia se manifestar é diferente,
por isso, João Batista é Elias; eu e tu temos que ser Elias!
Mas para sermos Elias temos que o ver e ouvir hoje!

O Espírito de Deus continua a atuar na nossa história.
Parece um mundo sem Deus, mas Deus continua no meio de nós.
Hoje, como no tempo de Jesus, o problema é o mesmo:
o Salvador está no meio de nós e há profetas que O apontam,
mas nós andamos distraídos com outras coisas,
não sabemos ler os sinais dos tempos, 
a forma como Deus hoje se manifesta!
Advento é reaprender a gramática de Deus!

Senhor, bendito sejas pelo fogo do teu amor por nós!
Envia o teu Espírito e desperta-nos para a Tua presença,
a Tua graça, a Tua Palavra, a Tua missão!
Faz de nós discípulos profetas, capazes de ser hoje Elias, 
Isaías, João Batista, Maria, Pedro, Paulo…
Senhor faz que eu Te veja e Te escute nos teus profetas 
e me deixe inflamar pela mesma paixão de amor até à morte!

sexta-feira, dezembro 14, 2018

 

6ª feira da 2ª semana do Advento – S. João da Cruz


Se tivesses atendido às minhas ordens… (cf. Is 48,17-19)

Só Deus conhece o princípio, o meio e o fim,
por isso, só Ele nos pode ensinar o bom funcionamento da vida.
A aventura da vida não é inventar caminhos,
mas aprender com Quem sabe, confiar em Quem nos quer bem!
Nem sempre é fácil identificar a Voz de Deus,
pois tanto nos pode chegar pela sobriedade do Batista,
como pela convivialidade pastoral de Jesus!
Advento é aprender a discernir a Voz que nos ama!

Somos uma forma de vida em construção,
temos desejos e sonhos, mas não sabemos como concretiza-los!
Os pais e educadores apresentam soluções nem sempre acolhidas.
A experimentação pela transgressão dá um gosto especial
e que às vezes nos fica caro e nos deixa marcas para toda a vida!
Deus anda por aí, disfarçado de luz ténue e clarificadora,
que nos conduz à paz e à justiça neste labirinto de propostas!

Senhor, aguça a sintonia do meu ouvido,
para saber distinguir a tua Voz entre tanta palavra!
Escuto as “Palavras certificadas” da Bíblia 
e vou-me acostumando à surpresa de Te encontrar
onde menos espero, revelado nas periferias da comunicação!
Jesus Cristo tenho dificuldade em acreditar 
que és o caminho para o meu sonho de ser grande e feliz,
vendo-Te de sandálias, sentado com os pecadores
e terminando numa cruz com o coração a borbulhar amor!
S. João da Cruz, especialista na escuta da Palavra,
ensina-nos a confiar no Crucificado e a começar uma vida nova!

quinta-feira, dezembro 13, 2018

 

5ª feira da 2ª semana do Tempo Comum – S. Luzia


Sou Eu, o Senhor, teu Deus, que te seguro pela mão direita. (cf. Is 41,13-20)

Nós somos pequenos bichos criados pela Omnipotência.
O que nos faz grandes e dignos é a Mão que nos segura,
que nos conduz e eleva, é Deus revelado em Jesus Cristo!
A grandeza de João Batista é viver para apontar Cristo
e de saber reconhecer a sua Voz e Nele a Mão do Pai,
pois o Espírito Santo repousa e ilumina os seus caminhos!

Há em nós um afã em ser grande, famoso, dar nas vistas,
nem que seja pelo pior motivo e o mais destrutivo.
O adolescente sonha ser grande, fumando, bebendo álcool,
fazendo diretas em diversões, possuindo tecnologias e roupas de marca,
exercendo livremente a sua sexualidade, tendo um carro…
Para tudo isto é preciso dinheiro, muito dinheiro que não têm!
Tudo isto cria dependência, irresponsabilidade e vida irreal, 
cuja realidade um dia vão ter que enfrentar, sem estarem preparados!
Advento é tempo para despertar para a verdade da vida!

Senhor, sei que sou um minúsculo bichinho nesta imensidão;
que sem Ti nada sou e só em Ti me sustento,
mas às vezes vivo como se tivesse a vida nas minhas mãos!
Que o teu Espírito nos ajude, em cada momento,
a não esquecer donde vimos, quem somos, 
para que fomos criados, para onde vamos e qual é o Caminho!
S. Luzia, virgem e mártir iluminada pela fé em Cristo,
ajuda os nossos jovens a aprender a viver, germinando eternidade!

quarta-feira, dezembro 12, 2018

 

4ª feira da 2ª semana do Advento Nossa Senhora de Guadalupe


Os que esperam no Senhor renovam as suas forças. (cf. Is 40,25-31)

Deus é a nossa força e salvação, 
o alimento que sustenta a nossa esperança!
Cristo torna leve a minha cruz, não porque ela é leve,
mas antes porque Ele me faz forte na arte da amar e de acreditar!
A minha alegria é poder gastar-me e servi-Lo com fidelidade!

O stress instalou-se na nossa vida!
Por isso, nunca como hoje se suspirou tanto por férias,
se gastou tanto dinheiro em massagens de relaxamento,
se buscaram técnicas de meditação esvaziante,
ginásios e exercícios de escape e adelgaçamento…
Mais coisas e tarefas a acrescentar a muitas outras
com que atulhamos a vida e preenchemos o tempo.
Neste corre-corre, Deus só aparece como bombeiro!

Senhor, eu creio em Ti, mas aumenta a minha confiança!
Cristo, eu Te amo, mas fortalece o meu amor por Ti e pelos irmãos!
Espírito Santo, conTigo aprendo a esperar na vida eterna, 
mas como ainda necessito de pacificar cada medo!
Nossa Senhor de Guadalupe, surpresa do Céu entre os indígenas,
ensina-nos a paz do teu Filho e o amparo do mais frágil!

terça-feira, dezembro 11, 2018

 

3ª feira da 2ª semana do Advento


Como um pastor apascentará o seu rebanho e reunirá os animais dispersos. (cf. Is 40,1-11)

Surpreendidos vagueamos, quando o Sol nos visita.
Ao coração nos fala, tímidos de nos entregar,
pois o Pastor que nos procura, a sua Mão nos quer dar!
Envergonhados pela dispersão em que caímos,
como náufragos esbracejando, 
queremos salvar-nos sem nos entregar 
e confiar neste Desconhecido que tão bem nos conhece!

A praça está cheia de promessas falsas,
que nos tornam dependentes e desacreditados,
bastando uma isca dourada para cairmos na armadilha!
E quando nos chega um pastor verdadeiro e simples,
que nos quer bem sem nos obrigar a gostar,
desconfiamos e ficamos imobilizados onde não queremos estar!
E neste caso, quando a misericórdia é grande, desconfiamos!

Senhor, sou uma ovelha que de vez em quando se perde e dispersa,
entre preocupações e sonhos demissionários,
dá-me a tua Mão e desperta-me para a verdadeira missão!
Bendito sejas Bom Pastor, sempre pronto a procurar-nos
e a reconduzir-nos à família grande da Igreja!
Espírito Santo, faz brotar em nós um verdadeiro Advento,
que reconheça e acolha o Filho de Deus na escuridão da noite!

segunda-feira, dezembro 10, 2018

 

2ª feira da 2ª semana do Advento


Aí haverá uma estrada, que se chamará «caminho sagrado»; (cf. Is 35,1-10)

Deus faz-se caminho sagrado, encontro de salvação!
Em Cristo, Ele vem ao nosso encontro e nós podemos encontra-lo!
Os paralíticos ganham pernas e mãos de amigo com fé,
os cegos e surdos sentem-se ajudados pelos ouvidos e olhos dos discípulos,
os pecadores são curados e animados pelos que foram salvos!
O Advento do Senhor é um dom e colaboração da Igreja,
que tem a missão de levar as pessoas ao encontro com Cristo!

As estradas, reais ou digitais, põem-nos a comunicar.
A velocidade nas comunicações tornam-nos vizinhos de todos
e, muitas vezes, longínquos dos presentes,
pois não confiamos no conhecido, frágil e limitado como eu!
Estas peregrinações conduzem ao santuário do emprego,
à novidade do desconhecido, ao cenário paradisíaco,
à fuga da rotina, às compras de sonho, à diversão!
Há outras peregrinações que caminham lento,
em direção a um santuário renovador, juntos e solidários,
orantes e contemplativos, carregando a dor e o ombro do amigo!

Senhor, sei que és o Caminho seguro para o Pai,
mas aumenta a minha fé e ilumina o meu caminho,
cheio de obstáculos e ratoeiras camufladas de tapete vermelho!
Ajuda-nos, em Igreja, a ser sinal que indica o Caminho da salvação,
e está disposta a carregar os paralíticos para Cristo!
Conduz-nos a preparar o Advento do Senhor 
pelo testemunho e a evangelização, pela caridade e os sacramentos!


domingo, dezembro 09, 2018

 

2º Domingo do Advento


Aquele que começou em vós tão boa obra há-de levá-la a bom termo até ao dia de Cristo Jesus. (cf. Fil 1,4-6.8-11)

Deus é o Sol do nosso crescimento na santidade!
Ele está verdadeiramente empenhado em que a obra de salvação, 
começada em nós, cresça e chegue a bom termo!
Cada dia temos que retomar o rumo certo,
discernir opções e renunciar à injustiça e ao pecado!
Esperar e preparar-se para a vinda do Senhor,
é caminho de conversão e crescimento na caridade!

Todo o curriculum e investimento supõe focar-se em objetivos!
Semear, sem se preocupar em cuidar para conseguir frutos,
é gastar energia e tempo para deitar fora!
É o que acontece muitas vezes com os nossos sacramentos,
preparamo-nos e fazemos uma festa quando os recebemos,
mas depois esquecemos o que prometemos,
adormecemos sobre a obra conseguida, mas não alimentada!
Advento é tempo para escutar a “voz que clama no deserto”!

Senhor, louvado sejas, porque apesar de nos esquecermos de Ti,
Tu nunca Te esqueces nem desistes do teu povo!
Não abandonas a boa obra começada em nós!
Que o teu Espírito nos conduza à sabedoria do Encontro e da festa,
para que nos preparemos de coração puro e justo,
no ginásio da conversão e na escola da santidade!
Que João Batista nos desperte para o Dia do Senhor!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?