sexta-feira, março 22, 2019

 

6ª feira da 2ª semana da Quaresma


Partiu à procura dos irmãos. (Cf. Gen 21,33-43.45-46)

Deus é nosso Pai e a todos nos traz no coração.
Envia o seu Filho como bom pastor 
à procura das ovelhas perdidas, à procura dos irmãos!
Como José, não é bem recebido pelos irmãos,
pensam em mata-Lo e é vendido como escravo!
Deus não abandona José nem Jesus,
mas também não desiste dos irmãos os querem matar!
Em ambos os casos, é a misericórdia que salva a fraternidade,
o poder do amor que os reconstrói como povo de Deus!

Um missionário que parte ou que chega, procura irmãos.
Um migrante ou um refugiado vai à procura de irmãos.
Um pobre que bate à porta anda à procura de irmãos.
A natureza sonha por encontrar habitantes irmãos.
O pecador arrependido anda à procura da irmã misericórdia.
A criança que chora anda à procura de mãos e colo irmãos.
O solitário imobilizado fica à espera de irmãos que o visitem.
O que se sente só e vazio procura nas redes sociais irmãos virtuais.

Senhor, obrigado porque, apesar de fracos e desobedientes,
sempre nos olhas como filhos amados e recuperáveis!
Jesus, Irmão incondicional, obrigado porque, 
apesar do que Te fazemos sofrer,
sempre ficas ao nosso lado e nos olhas como irmãos,
fazendo festa cada vez que um de nós se arrepende 
e acolhe a tua graça, a tua Palavra, a tua missão!
Faz de mim um irmão de todos, 
um hospitaleiro da fraternidade, um colaborador da comunhão, 
uma expressão da tua paz e misericórdia!

quinta-feira, março 21, 2019

 

5ª feira da 2ª semana da Quaresma


Sondo os mais íntimos sentimentos, para retribuir a cada um conforme o fruto das suas obras. (cf. Jer 17,5-10)

Deus conhece os mais íntimos sentimentos,
as motivações que nos movem e a vida que levamos.
Nada nem ninguém lhe é oculto ou O pode enganar,
por isso, nos pode julgar com justiça e na verdade.
A vida é um estágio onde temos a oportunidade de aprender
a amar, a cuidar da vida, a viver em fraternidade, a louvar.
Jesus é o Caminho e o Espírito Santo a Luz que nos ilumina
neste percurso de fé em que se vai aprendendo a saber 
em Quem se deve confiar!

O tipo de material e a arquitetura das construções
revelam o ideal de vida que nos anima.
A confiança na eternidade usa materiais fortes,
duradouros, em templos robustos e elevados.
A insegurança refugia-se no belo aparente e na moda,
com pouca durabilidade e resistência,
pois tudo tem termo de validade, tudo está em mudança.
Hoje a decoração e a aparência é que contam, 
mesmo que a realidade seja uma mentira efémera e injusta!

Senhor, creio e confio nesse olhar que me conhece e me ama, 
que me acompanha e corrige, que me fortalece, chama e envia!
Em Ti procuro a Fonte que me dessedenta,
quando o deserto me habita e cria alucinações.
Na tua Palavra e no teu Corpo busco o alimento e o enxerto
para que dê fruto bom e abundante, solidário e fraterno.
Ajuda-nos a viver na caridade e na verdade,
na escuta e na conversão, na justiça e na missão!

quarta-feira, março 20, 2019

 

4ª feira da 2ª semana da Quaresma


Porventura assim se paga o bem com o mal? (cf. Jer, 18,18-20)

Deus cria por amor, fala para corrigir e perdoar,
desce para servir e curar, dá a vida par nos salvar!
O rasto da criação e da história revela-nos Deus-fonte-do-bem!
Apesar de tudo, viramos as costas a Deus,
desobedecemos à sua Palavra e aliança, 
fugimos da cruz de Cristo
e construímos palácios baseados na mentira e na violência!
Quaresma é tempo para tomarmos consciência do mal 
e aprendermos a responder com o bem!

O processo de crescimento e de autonomia 
leva-nos, muitas vezes, a revoltar contra quem nos fez bem:
a natureza, os nossos pais e educadores, amigos e benfeitores.
O egoísmo e o desejo de poder, leva-nos, muitas vezes,
a atitudes de murmuração, comportamentos de traição,
tentativas de facadas pelas costas a quem nos fez bem!
A religiosidade interesseira só se vira para Deus na aflição,
depois esquece Quem o socorreu, 
pagando a atenção e o dom com a indiferença!

Senhor, passas a vida a fazer-me o bem 
e eu, às vezes, nem um obrigado Te digo!
Vieste para dar a vida por quem Te ofende e despreza,
e eu, desisto facilmente de mim e dos irmãos,
preferindo a murmuração, a condenação, a vingança!
Quanto tenho que aprender na arte de pagar o bem com o bem
e de responder com amor a quem me fez o mal!
Ajuda-nos, Senhor, a seguir-Te na arte de fazer sempre o bem!

terça-feira, março 19, 2019

 

S. JOSÉ, ESPOSO DA VIRGEM SANTA MARIA – Dia do Pai


Ele é o nosso pai diante d’Aquele em quem acreditou. (cf. Rom 4,13.16-18.22)

Deus adotou como filhos as suas criaturas.
Jesus adotou como irmãos as ovelhas perdidas.
O Espírito Santo adotou-nos como morada,
que purifica e santifica na fé e na esperança.
José adotou Maria, grávida do Espírito Santo
e Jesus, presente de Deus para salvar a humanidade.
José adotou a Igreja, Corpo Místico de Cristo,
e nela adotou-nos a todos como filhos seus!

Gerar biologicamente um filho é relativamente fácil,
mais difícil é adota-lo como filho, ama-lo como é!
Na realidade a paternidade é uma missão muito complexa
e, por isso, na vida vamos sendo adotados por outros pais: 
avô, tios, irmão mais velho, catequista, sacerdote, professor…
A própria fé exige que adotemos a Deus como Pai
e aos santos, como José, como pais e modelos!
A pior sensação é sentir-se órfão, sem a proteção dum pai!

Senhor, obrigado por José, homem justo e coração grande,
onde cabe o Céu e a Terra, os santos e os pecadores!
José, homem da escuta que adotaste a Palavra como Filho,
adota-nos também a nós e ajuda-nos a ser silêncio,
que testemunha fidelidade e faz das mãos missão no dia a dia!
José, Pai adotivo de Jesus e da Igreja,
ensina-nos a ser pais uns dos outros, sem posse nem dominação,
mas com a mesma fidelidade, ternura e dedicação!
Ajuda-me a ser padre (pai), 
adotando todos os que o Senhor coloca no meu caminho!

segunda-feira, março 18, 2019

 

2ª feira da 2ª semana da Quaresma


Fomos rebeldes, afastando-nos dos vossos mandamentos e preceitos. (cf. Dan 9,4b-10)

No Senhor está o fogo do amor misericordioso,
que aquece a aliança e ilumina o pecador.
Ensina-nos a viver a amar e nós somos rebeldes,
viramos as costas e pomo-nos a inventar e a acumular.
Jesus é o coração misericordioso do Pai,
que desce para salvar e se oferece para amar até ao fim.
Nesta Quaresma somos convidados a voltar-nos para Deus 
e a converter-nos ao amor sem ressentimentos nem egoísmos, 
partilhando o ser e o ter por amor!

A rebeldia chama-se agora espírito independente e livre.
Quanto mais excêntrico mais moderno e atraente!
Muitas vezes já não é simples tolerância,
mas é mesmo um ideal, um modelo a imitar!
A rebeldia é considerada a lei do Eu-livre,
que embora se diga católico não segue o magistério,
e ainda que prometa consagrar-se pelos votos evangélicos,
não segue as constituições e orientações dos superiores!

Senhor, Pai Santo, a tua misericórdia não muda,
a tua aliança é eterna, a tua missão é redentora!
Jesus, teu Filho, é rebeldia profética à rebeldia deste mundo!
Que amor omnipotente grita pacífico e a sangrar: 
“Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem!”
Ensina-nos a ser seguidores deste amor sem egoísmo
e a sermos diferentes pela ousadia do perdão e da missão!

domingo, março 17, 2019

 

2º Domingo da Quaresma


Permanecei firmes no Senhor. (cf. Fil 3,17-4,1)

O Senhor estabeleceu uma aliança eterna com o seu povo.
Ela é válida para todos os tempos e em todas as circunstâncias.
Confiar em Deus, mesmo quando as trevas da cruz nos assaltam,
é permanecer firmes na fé, como Abraão, Maria, José, Jesus!
Para que não caiamos na tentação da infidelidade na cruz,
temos que aprender a subir habitualmente 
ao monte da escuta da Palavra e da oração 
para adquirirmos uma visão profética do tempo e da eternidade!

Estamos a perder a capacidade de olhar o céu,
tal é a luz artificial que ilumina a terra
e o encurvamento digital em que nos entretemos!
Com isso, estamos a perder a capacidade de ver o horizonte,
de programar a médio e longo prazo,
de permanecer estáveis na contemplação da natureza,
de saber discernir entre o efémero e o essencial,
de avaliar para além do interesse e da sensação de prazer!
Os mosteiros contemplativos são um testemunho profético
num mundo em velocidade a consumir novidades!

Senhor, és a aurora que ilumina a minha vida,
quando as trevas me assaltam e desespero!
Louvado sejas pela luz do teu Espírito,
que, sempre que me detenho a meditar na tua Palavra,
faz que aconteça a transfiguração e alimente a fé.
Na azáfama da vida, ajuda-me a valorizar as paragens
para escutar os medos e dores do irmão,
para permanecer em oração e escuta,
para celebrar a Páscoa na Eucaristia e na Reconciliação,
para contemplar o mundo com amor e esperança!
Ajuda-me a fazer desta Quaresma um Monte Tabor!

sábado, março 16, 2019

 

Sábado da 1ª semana da Quaresma


O Senhor, teu Deus, ordena-te hoje que cumpras estas leis e mandamentos. (cf. Deut 26,16-19)

Deus é perfeito no amor a tudo e a todos.
Colocou-nos a todos nesta “Casa Comum”.
A todos nos agraciou com a beleza da criação,
as cores do arco-íris e do sol nascente, o perfume das flores,
a festa do chilreado, o sabor dos frutos,
a frescura da água, o calor do sol, a ternura da sombra…
Deus quer fazer de nós um povo consagrado ao Senhor,
com a marca do amor incondicional que vemos em Jesus!

O subjetivismo e relativismo introduz anarquia na vida.
Perde-se a harmonia que nasce do cumprimento de regras essenciais,
como a fraternidade, o diálogo, a reconciliação, o perdão,
a justiça, o respeito pelo outro, o cuidado do mais fraco…
O resultado desta anarquia é o domínio do mais armado,
a violência desgovernada, a corrupção, a exploração,
a mentira escondida, o medo do outro, a raiva, a revolta…
Gera-se o “tudo por mim, tudo contra os outros”!

Bom Pai, a perfeição do teu Amor nos envolve,
a aliança do teu Filho nos interpela e salva,
e a luz do teu Espírito nos inquieta e cura o coração ferido!
Ajuda-me a libertar de uma vida curvada sobre mim!
Que a contemplação da natureza e a escuta da Palavra
nos ajude a ser livres para servir e a amar a vida,
seguindo o exemplo do teu Filho, que se fez nosso Irmão!
Hoje Te peço pela conversão dos violentos, corruptos,
ditadores, injustos, mentirosos, dependentes e arrogantes!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?