quarta-feira, outubro 15, 2014

 

4ª feira da 28ª semana do Tempo Comum – S. Teresa de Ávila


Os frutos do Espírito são: caridade, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, temperança. (cf. Gal 5,18-25)

Deus resplandece pela misericórdia do seu coração.
É a alegria de amar e saber esperar o germinar do amor,
numa fidelidade fiel, pacífica, paciente e bondosa.
Quando nos deixamos conduzir pelo Seu Espírito,
também nós ensaiamos a caridade, descobrimos a alegria,
compreendemos a fragilidade, perdoamos aos que nos ofendem,
crucificamos com liberdade as paixões dos instintos.
O Espírito do Senhor dá frutos crísticos,
numa comunhão coerente entre o Céu e a terra,
entre o interior e o exterior, a palavra e a vida.

A árvore conhece-se pelos frutos e não pelos atributos.
É o testemunho de vida que manifesta a alma que nos habita.
Podemos ser muito zelosos na prática religiosa,
mas se à nossa volta não geramos alegria de viver,
nem a justiça, nem a pedagogia de crescimento solidário,
então é oca a nossa fé e anti-evangelizadora a nossa vida.
Qual a diferença que faço na minha família,
na minha comunidade, na minha paróquia, na sociedade?
Sou um santo à luz do dia e um depravado na penumbra escondida?

Senhor, bondade eterna a peregrinar na história,
dá-nos um coração novo, aberto à luz do Teu Espírito.
Cura-nos a fé para Te vermos sempre presente como Pai,
e não percamos tempo a enganar-nos com a mentira do teatro
para que os outros vejam e nos entronizem.
Cristo, Homem novo, ungido obediente do Espírito,
liberta-nos do espírito do mal, destravado e sem rumo,
que nos magoa e fere a justiça do amor solidário,

e deforma a beleza terna e misericordiosa do rosto de Deus. 

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?