quinta-feira, agosto 18, 2016

 

5ª feira da 20ª semana do Tempo Comum


Amigo, como entraste aqui sem o traje nupcial?’ (cf. Mt 22,1-14)

A paixão de Deus é consolidar a aliança com o seu povo,
preparando a união íntima e fiel de Deus com a Criação,
por meio do seu Filho e do seu Espírito!
O sonho de Deus é um grande e eterno banquete nupcial,
onde a alegria da comunhão não seja perturbada
por um amor não correspondido, nem pela idolatria do materialismo,
nem pela recusa assassina dos seus enviados,
nem pela participação sem o traje nupcial da conversão sincera!
Todos estão convidados, bons e maus,
mas só deve entrar quem estiver disposto a viver a aliança!

A religiosidade do vou quando me apetece,
quando preciso e sinto necessidade, quando tenho tempo,
quando estou disponível, quando há um ato social...
é querer entrar no banquete sem o traje nupcial!
A comunhão eucarística ritual e formal,
ou leviana, incoerente e sem conversão real
é querer participar no banquete eucarístico sem traje nupcial!
O fazer qualquer coisa por Deus, por frete ou por favor,
e antes de começar já se marcou a hora de acabar,
é querer ir ao banquete da gratuidade sem o traje nupcial!
Quanto temos que crescer num amor correspondido!

Senhor, que ardes de amor por cada um de nós,
concentra o nosso coração na fidelidade à tua aliança!
Cristo, que queres desposar a Igreja como tua esposa,
amando-a até à fonte de água viva que brota do teu coração,
purifica-nos com a tua misericórdia
e enraíza-nos na verdade e na alegria do teu seguimento!
Envia-nos o teu Espírito e enche de caridade a nossa fé,
para que não te rezemos de relógio cronometrado,
nem vamos à missa como uma seca a suportar,
mas Te adoremos e testemunhemos de coração puro

e reconhecimento eterno por tanta graça recebida!

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?