segunda-feira, setembro 26, 2016

 

2ª feira da 26ª semana do Tempo Comum – S. Cosme e S. Damião


Houve uma discussão entre os discípulos sobre qual deles seria o maior. (cf. Lc 9,46-50)

Jesus não discute com o Pai, nem com o Espírito!
Cristo ama-Os, dialoga, escuta, obedece, serve, alegra-se!
Conhece que é Filho, por isso não exige ser Pai!
Sabe que é grande, por isso se pode fazer pequeno!
Confia que é Senhor, por isso pode fazer-se servo de todos!
Vive intimamente a verdade e a liberdade na paz da sua identidade,
sem medos, nem exigências, nem gritos, nem violências!
Quando vê os discípulos inseguros a discutir os primeiros lugares,
apresenta-lhes uma criança como modelo de discípulo:
humilde, consciente da sua fragilidade, gratuito no sorriso,
grato no dom, confiante no que o acolhe e ama,
puro nos juízos e verdadeiro, rápido no perdão...!

Ser maior ou menor é uma medida relativa.
Num grupo de pessoas dependentes,
alguém que ainda se basta a si mesmo sente-se o maior!
Em terra de cegos, quem tem um olho é rei!
No reino do analfabetismo quem tem a primária é sábio!
Só quem tem uma visão de conjunto e consegue ver a parte no todo,
é que pode avaliar quem é o maior e o mais importante!
Além disso, é preciso definir o objeto desta importância:
queremos ser os maiores no poder, no acumular riquezas,
no experimentar prazeres, no ser feliz, no fazer felizes os outros,
no cuidar, no amar, no proteger o frágil, no salvar e curar...?
Só Quem conhece o tempo e a eternidade, o todo e a verdade,
nos pode julgar e dizer se somos grandes ou anões em bicos de pé!

Senhor, que conheces intimamente o conteúdo do nosso ser,
louvado sejas porque vês filhos nas criaturas
e Te abaixas para nos propores uma aliança de amor!
Louvado sejas por teu Filho muito amado,
que nos envias como salvador, frágil e encantadora criança!
Como é grande e misteriosa a eternidade nascer tempo,
a vida sofrer a morte e passar pela ressurreição,
a misericórdia despir o manto para nos lavar os pés,
a aliança fazer-se cordeiro e selar a fidelidade no próprio sangue!
Quem somos nós, pobres bichinhos animados pelo Espírito,
cegos de horizonte e necessitados de salvação?!
Em Ti confiamos o nosso nada para em Ti sermos tudo

e não termos medo de nos abaixar e servir com humildade!

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?