segunda-feira, agosto 14, 2017

 

2ª feira da 19ª semana do Tempo Comum – S. Maximiliano Kolbe


Ele faz justiça ao órfão e à viúva e ama o estrangeiro. (cf. Deut 10,12-22)

Deus é justiça movida pelo amor, 
por isso, atende o órfão e a viúva, o pobre e o rico,
com a mesma isenção e misericórdia.
Para Quem está para além das fronteiras, não há estrangeiro,
todos são filhos, em todos encontra a marca da sua paternidade.
Por isso, se queremos amar a Deus, em espírito e verdade,
devemos aprender a amar o que Ele ama e como Ele ama.
E em Jesus, Deus mostra que ama até dar a vida!

Quando o egoísmo se instala, o círculo de amigo diminui,
ao ponte de alguns, num desabafo triste, dizerem: 
“eu não tenho amigos, nem família próxima!”
Os devotos do ídolo mercado, em tudo procuram interesse,
e comercializam as relações, o amor, a religião, a justiça, 
a saúde, a educação, o desporto, a natureza, o lazer, 
a festa, a política, a solidariedade, as pessoas...
Não admira que neste supermercado global de interesses,
os pobres, os mais frágeis, os refugiados, os estrangeiros...
não tenham direitos reais, nem justiça, nem dignidade.
É preciso aprender a olhar o próximo, seja ele qual for,
com o olhar justo e redentor de Deus!

Senhor, o teu coração é grande como a imensidão,
sem fronteiras nem massificações,
para Ti todos temos um nome, a imagem original de filhos,
antes de ser desfigurada pelas marcas do pecado.
Contemplando o teu Filho, Jesus, 
ensina-nos a amar sem acessão de pessoas
e a cuidar do mais frágil e mais indefeso,
com a compaixão do anjo fraterno da guarda.
S. Maximiliano Kolbe, devoto de Maria e consagrado ao Senhor,
ensina-nos a oferecer a vida para que outros tenham vida!

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?