quinta-feira, agosto 31, 2017

 

5ª feira da 21ª semana do Tempo Comum


O Senhor vos faça crescer e abundar na caridade. (cf. 1 Tes 3,7-13)

Deus é um mistério de amor insondável!
Chegar a esta medida de amor sem medida,
é uma meta jamais conseguida, 
um processo de crescimento para toda a vida.
Paulo tinha consciência disso e, como bom pastor,
deseja ardentemente voltar a Tessalónica 
para completar a evangelização, 
alimentar o crescimento da caridade,
animar para uma vida santa e irrepreensível,
que os coloque numa tensão vigilante para o encontro
com Cristo, com os irmãos, com todos e consigo mesmos.

Todos queremos crescer em poder, em fama, em beleza,
em riqueza, em sabedoria, em sucesso...
Este “crescer” é um colocar-se sobre os outros,
ser mais que todos, baloiçar-se sobre os outros!
Mas o trono é sempre um lugar solitário, sobre um palanque,
que impede o afeto de um ombro amigo,
o diálogo com alguém que escute compreenda o meu mistério,
a alegria de dar a mão a um cego e o colo a quem chora!
Só quem desce até à condição do mais pequeno
pode crescer no amor e experimentar a alegria do cuidar!
Uma santidade que nos isole do irmão,
não será certamente o Caminho que é Cristo!

Senhor, ao contemplar o teu amor no escândalo da cruz,
quanto orgulho ferido ainda tenho que crucificar,
quanto tenho ainda de crescer em amor maduro
para perdoar, a sangrar de dor e solitário no dom!
Vem Espírito Santo e liberta-nos do lixo do ressentimento 
que alimenta a vingança agressiva e a depressão.
Ensina-nos a comer alimentos que fazem crescer o amor:
a Palavra da Aliança, o Pão da Eucaristia,
o encontro solidário com o pobre,
o tempo gratuito da oração, da escuta e do serviço.
Faz-nos crescer no amor e emagrecer no egoísmo!

Comments:

Enviar um comentário



Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?